baobab

A Ferramenta baobab permite analizar o disco de forma gráfica no Ubuntu, pelo Unity ou GNOME3. é uma ferramenta muito útil e que permite verificar todo o conteúdo do disco ou diretório selecionado, gerando gráficos e permitindo que o administrador/usuário, possa entrar no diretório visualizado e tratar. É claro que voce vai preferir o comando du, mas vale a pena testar a ferramenta.

O baobab é uma ferramenta que compoe o pacote do gnome-utils, sim, extamente isso o que vc ouviu, GNOME, como praticamente 99% das ferramentas do UNITY é de origem do GNOME2, o seu criador Fabio Marzocca mantém o software e a equipe Ubuntu Desktop também. No Ubuntu ela pode ser instalada tanto pelo pacote baobab ou pelo gnome-utils.

 

 

Para instalar, digite:

sudo apt-get install baobab -y
(ou) sudo apt-get install gnome-utils

Se voce instalou o pacote do GNOME3 (gnome-shell), a ferramenta baobab acompanha o meta-pacote.

Se vc possui mais de um usuário na sua máquina e o suporte a cota de usuários não esta ativado nos seus pontos de montagens, então é muito interessante vc analizar o seu diretório /home com o comando:

#sudo baobab /home


Para verificar somente o espaço do seu usuário em /home/SEUUSUARIO

#baobab ~

É possível também dentro da ferramenta baobab, em “Preferencias”, determinar que devices ele deve consultar.

Voce também pode utilizar o comando du para realizar a mesma coisa, o comando du (linha de comando pelo terminal), permite verificar quando que um diretório ou arquivo ocupam no seu disco, com as seguintes flags:  -h modo mais humano que informa em KB, MB, GB e TB, -m em MB especificamente e -s somente o sumário, evitando que ele consulte cada arquivo e diretório recursivamente para informar o total do sumário.

Exemplos:

Para verificar quanto que ocupa o diretório /home/ digite:

#du -hs /home

Para verificar quanto que ocupa o diretório /etc/, /usr, /var ao mesmo tempo, digite:

#sudo du -hs /etc /usr /var
Em alguns casos vc deve usar o sudo, pois o seu usuário pode nao ter permissões para entrar o conteúdo de um diretório (quando o bit x é aplicado em diretório nas permissões).