Apple OSX/Darwin para x86

Apple Machintosh Darwin para x86

Desde que o Steve Jobs voltou para Apple e trouxe a estrutura da NEXT e do NEXT OS para o MacOS System 9, eles compilaram um novo projeto, o MAC OS X, baseado no FreeBSD (sua estrutura e kernel). Com o tempo de desenvolvimento, as novas versões do OSX, veio passando por muitos outros processos de desenvolvimento, o maior deles sem duvida é a mudanca do tradional rc services para o launch services, sendo gerenciado pelo launchd (e não init).

Bom todos ja conhecem o OSX rodando na sua arquitetura própria, da Apple é claro, que não usa as velha BIOS e sim a EFI, justificando todo o seu hardware dedicado e completamente homologado. Mas e no PC? Existe o OSXProjectX86, conhecido como HACKINTOSH, porem, existe um grande problema da arquitetura não ser dedicada para o sistema operacional, e SIM TOTALMENTE GENÉRICA, que funciona nesse caso como uma simulação e um bom proveito da base do sistema, pois toda a estrutura do kernel pode ate ser implementada em outras arquiteturas, mas as extensões da firmware, de sua arquitetura, são gerenciadas pelo seu sistema operacional, ao contrario da velha e tradicional BIOS como por exemplo. Existem alguns casos de gerenciamento no diretório: /Library/Preferences/SystemConfiguration, que é possível trocar até forçar flags do processador como a capacidade de operar em 64 bits somente, como no caso do OSX Server, muitos outros em /System e  proprio mach_kernel.

O Mac OS X Kernel é um PROJETO OPENSOURCE, cujo todo ele possui referência ao Darwin, que é um completo sistema operacional, coração e/ou cabeca da tecnologia da Apple. E ainda acompanha o X11 support, cujo esta no diretorio /usr/X11R6/bin, como em qualquer distro BSD e Linux, cujo vc pode instalar aplicações como GNOME e outros. A versão atual que acompanha o LION é a 11.4.0, mas voce pode baixar a versão 8 sem problemas. Vale lembrar que a Apple tem contribuido com o mundo opensource, como o CUPS, e toda a estrutura do seu sistema operacional, que é de código aberto. Porém tem feito a maior burrada com a Apple EFI e com o iOS, mas tudo bem fazer. Por isso que eu prefiro hardware da Apple com Linux.

Quando vc instala o Apple Darwin, vc tem até a linda mensagem: “Welcome Machintosh”, voce vai ver enquanto o bootstrap estiver correndo, excelente!  O grande problema que vc pode ter é com o ACPI, que deve estar em conformidade com o sistema operacional e máquina, mesmo que virtual. Muitos dos virtualizadores voce pode ter problema, principalmente com o virtualbox (fazer). Sempre selecione a opção outros, para a instalação do OS, mas posso te garantir que com o VMware Player, funciona.

Ate compilar/preparar um kernel em um OSX voce pode, isso no Darwin, que é o MESMO SISTEMA que acompanha o MAC como o disponibilizado no site, basta seguir os proprios procedimentos da Apple com em https://developer.apple.com/library/mac/#documentation/Darwin/Conceptual/KernelProgramming/build/build.html

 

Para baixar a imagem do OS Darwin/x86 ou PPC, entre no site da APPLE em:

http://opensource.apple.com/static/iso/

E baixe darwin-701.iso.gz ou darwinx86-801.iso.gz

 

Procedimentos de instalação.

1. Retire o gzip com o comando gzip -dv arquivo.gz

2. Quando vc iniciar o boot pelo CD, apenas leia o termo de licença e instalação e digite “1”, que provavelmente é o disco para a sua instalação. (A documentação e policy dele fica em /Library/Documentation/. Lembrando que voce pode até particional com o diskutil, nesse caso com um shell, deixando a sua instalação mais avançada. Caso sim é só digitar “shell”.

3. Recomendo que voce apenas selecione o disco a ser instalado e deixa que o sistema operacional crie o HFS extendido e instale tudo sozinho para voce. Mesmo assim, voce poderiá particionar o disco usando o fdisk, selecionar uma partição existente ou auto-particionar (selecione a opção auto-particionar).

Ao escolher a opção “auto particionar”, que ele vai detonar o seu /dev/disk0 e criará o FS em /dev/disk0s2 e aguarde ele descompactar todos os pacotes e após isso instalar tudo. Quando a instalação acabar, basta digitar (1), no menu, para reinicializar o sistema operacional. O gerenciador de boot do darwin/x86 possui algumas opções, basta vc digitar “?”, mas segue algumas:

Para entrar no modo single user, sem a necessidade de colocar senha, para manutencao é claro digitando o comando: hd()mach_kernel -s

NOTA:  nao esqueca que ele entra na raiz (assim como o OSX), no modo readonly, é necessario jogar o sistema para leitura e escrita na /, com o comando /sbin/mount -wu /.

Apos instalar o Apple Darwin, acesse o terminal pela conta de usuário root com a senha de usuário em branco. Depois coloque uma senha no root!

As versões do darwin 5.2 e acima, o daemon que gerenciava a rede era o ipconfigd pelo arquivo iftab, e existia o método tradicional de configuracao pelo /etc/rc.conf, como acontece nos sistemas BSD. vale lembrar novamente que o OSX sempre foi baseado em BSD, mas com as adaptações com o tempo mudou completamente o sistema, mas o xnu o kernel, continua com todas as caracteristicas.

No darwin a configuracao de serviços são realizadas no arquivo /etc/hostconfig, e é usado de forma generica e similar ao /etc/rc.conf, como no FreeBSD. POssui muitas variáveis para inicialização e perfil de daemon, como AFPSERVER, NTP , HOSTNAME e ROUTE, sendo que se a configuraçao quando aplicada com o campo -AUTOMATIC-, significa que o processo será automatizado por consulta em boot. Tudo pode ser verificado após com o comando dmesg e principalmente pelo /var/log/system.log. O arquivo hostconfig também tem por inclusão no /etc/rc.common, que é um shell script de inicialização que arranca o hostconfig e toda estrutura como PATH e rede, durante o boot do sistema operacional.

Recomendo a leitura do meu post sobre “gerenciando o OSX por linha de comando”.
Recomendo também a leitura do post sobre MacPorts.

 

http://opensource.apple.com/
https://developer.apple.com/opensource/

Powered by Moblie Video for WordPress + Daniel Watrous